CACHOEIRA DO SUL PREVISÃO
Ricardo Peró Job

Luzes & Sombras

Cara de pau
O ministro do TCU, Bruno Dantas, responsável pela ação que pede a devolução dos valores das diárias usadas para o combate à corrupção aos procuradores da Lava Jato de Curitiba, prepara-se para uma nova turnê europeia. Desta vez irá gastar mais de R$ 51 mil em diárias. Nas "visitas institucionais" do ministro estão Luxemburgo, Paris, Oslo e Viena. Recentemente Dantas realizou uma viagem de uma semana aos EUA para participar de um evento que durou apenas três dias nos EUA, recebendo R$ 40 mil em diárias.

Gatuno atochador
Todos sabem que mentir é um cacoete do ex-presidente e ex-presidiário Luiz Inácio da Silva, o "Lula", mas desta vez ele exagerou. Em turnê pela França, declarou para uma plateia de idiotas que o ex-juiz da Lava Jato, Sérgio Moro era membro de uma quadrilha e, hoje, tem vergonha de andar pelas ruas no Brasil. Logo ele, que quando nas poucas vezes em que ousa sair às ruas é sempre recebido por um coro chamando-o do que realmente é, um ladrão.

Poste de gatuno
Fernando Haddad, o mais famoso poste de gatuno do país deve ter enlouquecido. Apesar de pertencer ao partido que quando no poder comandou o maior saque de dinheiro público jamais visto no mundo civilizado e ter como líder o comandante deste descalabro, agora se acha no direito de acusar pessoas de reputação ilibada de amorais. Recentemente, entrevistado por um site "amigo", declarou que o ex-juiz Sérgio Moro não tem "as condições morais" para disputar a Presidência. Parece piada mais não é.

Piada pronta

O governador do Pará, Helder Barbalho declarou que sua importantíssima presença na COP26 em Glasgow, Escócia foi para apresentar ao mundo uma estratégia para "manter a floresta em pé". Para quem não sabe, o Pará é o estado que mais desmata e registra queimadas no país.

Pelo fim da lacração
O politicamente correto, praga que se alastrou pelo mundo globalizado é uma arma ideológica que atenta contra a liberdade. Seus seguidores impõe sua visão de mundo aos demais através de perseguições e linchamentos morais. Para tal, criaram uma verdadeira polícia política para patrulhar àqueles que julgam "inimigos". Sob o pretexto de defender grupos supostamente ameaçados e marginalizados e salvar a humanidade de perigos que beiram o abstrato, com seus dedos duros apontam para aqueles que não se deixam subordinar como gado em direção ao matadouro. Acusações como a de ser um fascista, homofóbico, racista e outros adjetivos infames são distribuídas sem a menor cerimônia.  Não precisamos de "juízes" de araque e suas patrulhas para tornar o mundo melhor, pelo contrário. Limitar o livre pensar é antidemocrático. Por isto tal sistema foi adotado entusiasticamente por facções ideológicas antidemocráticas para reprimir qualquer ponto de vista que destoe do seus, em "nome da democracia". A quantidade de vítimas "lacradas", entre jornalistas, artistas, políticos e atletas cresce dia após dia. Qualquer deslise verbal pode arruinar a vida de um cidadão. Somente as ditaduras perseguem aqueles os que "destoam" dela. Temos que reagir contra este absurdo antes que seja tarde. Devemos lembrar da "Revolução Cultural" de Mao Tsé Tung nas décadas de sessenta e setenta, que anos mais tarde o próprio governo chinês reconheceu ter sido "um erro". O movimento ocasionou o fim da cultura tradicional chinesa, perseguições em massa, humilhações e desmoralizações públicas, a fuga de centenas de milhares de cidadãos e um debaque econômico sem precedentes, além de ter deixado um número estimado em vinte milhões de mortos.

Missão

Ser o veículo de integração da comunidade, contribuindo para o seu desenvolvimento com informação precisa, responsável e imparcial..

(51) 3724-4368 | (51) 9-9745-8687 | CACHOEIRA DO SUL | RS | BRASIL