CACHOEIRA DO SUL PREVISÃO
Ricardo Peró Job

Luzes & Sombras

Cada vez mais fácil

Está cada vez mais fácil a vida dos criminosos no Brasil. Na semana passada, por seis votos favoráveis contra cinco contrários, o STF decidiu adotar critérios ainda mais rígidos para a decretação da prisão temporária de investigados. A partir de agora está proibido esse tipo de prisão para averiguações, quando a liberdade do investigado fica restrita para a checagem de fatos em inquéritos policiais. Em resumo, a prisão temporária para interrogatório do investigado deixou de existir.

Agora é tarde
O inquérito aberto pelo presidente do Superior Tribunal de Justiça, Humberto Martins, com o intuito de investigar integrantes da operação Lava Jato, foi arquivado na segunda-feira, 14. Segundo a investigação, não existem indícios de crimes. A abertura das investigações se deu após a divulgação das mensagens hackeadas por criminosos e divulgadas pelo site The Intercept e serviram para embasar a suspeição do ex-juiz Sérgio Moro e acuar procuradores que investigavam o saque das contas públicas promovido pelo bando de Luiz Inácio da Silva, o "Lula". Tal processo embasou a anulação das condenações do ex-presidente e decretou o fim da Lava Jato.

A Constituição que se exploda
O futuro presidente do STF, Edson Fachin, aquele que em um "canetaço" cancelou todas as condenações do dublê de ex-presidente e ex-presidiário Luiz Inácio da Silva, o "Lula", declarou que, durante sua gestão "priorizará o combate à desinformação". Fiquei surpreso. Dentro de minha profunda ignorância e desinformação pensava que o STF priorizava a defesa da Constituição.

Retrocessos
O "programa de governo" de Luiz Inácio da Silva, o "Lula", é uma verdadeira ode ao retrocesso. O fim do teto de gastos, a volta da cobrança do imposto sindical, a revogação da reforma trabalhista, a interrupção das privatizações de elefantes brancos - Correios, Eletrobrás e etc - a "regulação da mídia" - na verdade, a censura da imprensa - e outros tantos absurdos, são simplesmente ataques frontais aos poucos avanços em direção à responsabilidade fiscal e à modernidade. Após o salvo-conduto para roubar concedido pelos ministros do STF, o mentor e líder do "mensalão", do "petrolão", para alegria de empreiteiros corruptos, banqueiros inescrupulosos, políticos sanguessugas, vem liderando a intenção de votos no Brasil. Sua eleição representará a vitória definitiva da impunidade e da ignorância política do eleitorado nacional e colocará o país como mais uma "república bananeira" da América Latina frente ao mundo civilizado.

Mourão
O presidente nacional do Republicanos anunciou esta semana que o vice-presidente do Brasil, general Hamilton Mourão será candidato ao Senado pelo partido no Rio Grande do Sul. Mourão, pouco aproveitado e até mesmo espezinhado por Jair Bolsonaro, além de ter se mantido leal, demonstrou serenidade e eficácia nas poucas vezes em que foi chamado a auxiliar o governo. Caso o ex-governador Ivo Sartori não dispute a vaga deverá ser eleito com folga, já que seu maior adversário, Lazier Martins, apesar de bom senador foi boicotado durante todo o seu mandato pela maioria de seus colegas de imprensa.

Missão

Ser o veículo de integração da comunidade, contribuindo para o seu desenvolvimento com informação precisa, responsável e imparcial..

(51) 3724-4368 | (51) 9-9745-8687 | CACHOEIRA DO SUL | RS | BRASIL