CACHOEIRA DO SUL PREVISÃO
Ricardo Peró Job

Luzes & Sombras

Antas falantes
Realmente não foi só no Brasil que a boçalidade e o despreparo tomaram conta de boa parte da imprensa, em especial, da televisiva e da radiofônica. Na segunda-feira que passou, uma apresentadora, "ancora" de um jornal de TV Argentina, cobrou o uso de máscaras e de passaporte vacinal para refugiados ucranianos que fugindo da guerra, ingressavam na Polônia. A atenta mocinha, ao ver as imagens das pessoas que cruzavam a fronteira atrás da colega (correspondente do canal na Europa) que comentava a cena, saiu-se com esta preciosidade: "Vejo que as meninas que estão atrás de você não estão usando máscara. Mas eu estava pensando na Covid, tendo em conta o ingresso em massa de ucranianos na Polônia. Você sabe se estão pedindo algum tipo de certificado de vacinação? Porque a pandemia continua!". Pano rápido!

Antas falantes II
Já aqui no Pindorama, as mocinhas que comentam os jornais apresentados - tanto pela Globo News como pela CNN - cobram insistentemente da representação diplomática brasileira providências absurdas, ignorando as limitações das embaixadas em tempos de guerra. Também exigem do governo o envio de aviões para Kiev com o fim de retirar os brasileiros que residem na Ucrânia, como se o espaço aéreo do país estivesse vivendo dias de "céu de brigadeiro". Até concordo com o envio dos aviões, desde que as atentas mocinhas peguem uma "carona", pelo menos como "observadoras de guerra".

Adiamento
A reforma administrativa, talvez a mais importante das reformas - após realização das mudanças na Previdência e nas relações de Trabalho - continua sendo "empurrada com a barriga" pelo Congresso Nacional. Não para menos. Embora vital para a  modernização e crescimento do país, esbarra na má vontade de muitos funcionários encastelados nos três Poderes, àqueles recebedores de salários acima do teto constitucional e portadores de privilégios e vantagens remuneratórias imorais, como os famigerados "auxílios". Também esbarra nos felizes empresários portadores de benefícios tributários, isenções fiscais e outras vantagens fora do alcance dos demais brasileiros. Para piorar, os esboços de "reforma" apresentados até agora são para "inglês ver". Nenhum deles fala na extinção de todos estes privilégios imorais.

É campeão
Todos sabem que entre alguns dos ministros do STF existe uma verdadeira competição para mostrar qual o mais "garantista" (no Brasil, aquele que garante a impunidade de ladrões do dinheiro público, assassinos, traficantes e assemelhados). Fachin, Gilmar Mendes e Lewandowski sempre pontearam a disputa, se alternando na dianteira, mas esta semana, um deles ultrapassou a linha de chegada ao "embananar" a última ação pendente na Justiça contra o ex-presidente Luiz Inácio da Silva, o "Lula". Ricardo Lewandowski suspendeu a ação que mirava crimes de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa na negociação de 36 caças Gripen da Suécia. Parabéns, ministro! Merecidamente é o campeão!

Malvados e vingativos
Enquanto mísseis destroem as cidades ucranianas e tanques russos às cercam, os países membros da OTAN tomam "providências" chocantes contra o agressor. Manchetes de "providências" como "Museu de Cera de Paris remove estátua Vladimir Putin", "Apple anuncia que está parando de vender seus equipamentos na loja oficial Online da Rússia", "Warner suspende lançamento de Batman na Rússia", "Os Simpsons e Madonna declaram apoio à Ucrânia", "Europa suspende vistos Gold para cidadãos russos", "Governador de New Hampshire decreta boicote à vodca russa" povoam os jornais do mundo ocidental. Meu medo é que, embalado por tamanha valentia, Macron, em um acesso de fúria chame Putin de feioso, aumentando ainda mais o risco de uma guerra mundial.

Missão

Ser o veículo de integração da comunidade, contribuindo para o seu desenvolvimento com informação precisa, responsável e imparcial..

(51) 3724-4368 | (51) 9-9745-8687 | CACHOEIRA DO SUL | RS | BRASIL