CACHOEIRA DO SUL PREVISÃO
Até fim do ano

Netflix garante que pandemia não afetará lançamentos originais

Foto: Divulgação
A 4ª temporada de Elite estava sendo gravada quando um dos atores testou positivo para covid-19

A pandemia impactou diversos setores do mercado, principalmente o do entretenimento. Estúdios de televisão e cinema tiveram que paralisar imediatamente tudo o que se encontrava em fase de pré-produção e filmagens, sem previsão de retorno. Isso acabou afetando também eventos especiais na cultura pop e premiações, como o Emmy 2020, que permanece no dia 20 de setembro, porém será realizado numa versão 100% digital.

Algumas produções sofreram adaptações por conta desse período. Filmes que eram muito esperados para serem assistidos nas telonas acabaram perdendo a estreia nos cinemas e sendo liberados diretamente nas plataformas de streaming. O episódio especial de Friends, que tem como objetivo comemorar os 25 anos da série e a aquisição das dez temporadas pelo HBO Max teve a filmagem reagendada tantas vezes que corre o risco de tudo se transformar apenas em uma live.

Com todo mundo em casa, os serviços de conteúdo sob demanda observaram um aumento na audiência e a Netflix não ficou de fora. Embora diversas séries originais dos estúdios estejam com a produção pausada, como Sex Education, The Witcher, Stranger Things entre outras, o co-CEO Ted Sarandos revelou em uma entrevista ao Indie Wire que a Netflix atingiu a marca de 10,1 milhões de assinantes pagos no segundo trimestre de 2020, quase três milhões a mais do previsto para o período.

O executivo negou que exista uma preocupação da empresa quanto à desaceleração da produção de conteúdos originais por conta da pandemia de covid-19. O que tudo indica que os assinantes ainda terão muitas séries e filmes com o selo de exclusividade da marca para assistir até o final do ano. "Quando o desligamento chegou, perdemos alguns dias de filmagem, mas voltamos a trabalhar na pós-produção de forma relativamente rápida. As demandas de tempo de todos claramente ficaram diferentes. Mas você não deve sentir muita interrupção no fluxo da programação", revelou Ted Sarandos na entrevista.

O coCEO da Netflix ainda pontuou que houve alguns obstáculos, como trabalhar com EPIs o dia inteiro. Porém, a empresa conseguiu retomar e concluir alguns de seus projetos de alto perfil, como o musical The Prom de Ryan Murphy e Hubie Halloween de Adam Sandler, previstos para serem lançados na plataforma em outubro. Ele também revelou que algumas produções devem ter suas filmagens retomadas no Canadá e Estados Unidos ainda nessa semana.

Vale lembrar que a covid-19 causou certos contratempos em algumas produções, como a série espanhola Elite, em que um dos integrantes do elenco testou positivo para a doença. "Estamos naquela fase da vida em que temos que descobrir maneiras de manter as pessoas seguras e trabalhando no ambiente em que vivemos", contou Sarandos.


Missão

Ser o veículo de integração da comunidade, contribuindo para o seu desenvolvimento com informação precisa, responsável e imparcial..

(51) 3722-4368 | (51) 9-9945-8687 | CACHOEIRA DO SUL | RS | BRASIL