CACHOEIRA DO SUL PREVISÃO
Grêmio

Pentacampeonato Gaúcho renova esperanças após rebaixamento

Hegemonia estadual é mantida, mas não vai impedir reformulações para a série B.

Manuel Neto
Foto: Divulgação / Grêmio FBPA

Neste sábado, 2/3, o Grêmio venceu o Ypiranga por 2 a 1 e, após triunfo pelo placar mínimo na ida, garantiu a hegemonia estadual e o quinto título seguido do Campeonato Gaúcho. Quatro meses após o rebaixamento, o pentacampeonato gaúcho entrega à diretoria e à torcida doses de otimismo e dá fôlego ao trabalho para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.

"A gente já tinha certeza de ter encontrado um rumo, mas o título rende validação externa, e ela é importante também", afirmou o técnico Roger Machado.

Desta forma, o Tricolor conquistou o 41º troféu estadual em sua história e se sagrou pentacampeão pela segunda vez. Este feito havia ocorrido pela última vez entre 1985 e 1989 - um ano depois, o clube acabou conquistando o hexa.

A conquista do título, porém não vai impedir mudanças na equipe. Uma das ideias anunciadas é reduzir o número de atletas no grupo principal e, assim, saídas de suplentes e jovens acontecerão. A mais emblemática é de Diego Churín. Reserva desde 2020, o centroavante será repassado ao Atlético-GO e fez seu último jogo no sábado.

O elenco principal também deve se despedir de Frizzo, volante que atuou pelo Botafogo em 2021, o meia-atacante Rildo, o atacante Vini Paulista e os volantes Victor Bobsin e Thiago Santos.

Eles se juntam a Orejuela, contratado em janeiro e liberado após oito partidas e avaliação de que não se encaixou no elenco. Agora vai jogar pelo Athletico.

Novas contratações também acontecerão e devem ser anunciadas oficialmente nos próximos dias. Depois de Edilson e Rodrigo Ferreira, ex-Avaí e Mirassol, respectivamente, o Grêmio tem acordo com Gabriel Teixeira, meia-atacante do Fluminense, e o atacante Elkeson, livre no mercado da bola após deixar o Guangzhou Evergrande, da China.

Agora, com o objetivo de retorno à primeira divisão do Brasileiro, o Grêmio estreia na Série B contra a Ponte Preta, no sábado, 9/4, em Campinas.

A partida

No jogo, o Grêmio de Roger Machado iniciou a partida estudando o Ypiranga de Luizinho Vieira, que criou algumas chances e pressionou logo no começo.

O time da casa abriu o placar só aos 45 minutos, com o zagueiro Bruno Alves, que aproveitou cobrança de falta de Bitello. Após rebote, Rodrigues cabeceou para o meio da área, e o zagueiro completou para o fundo das redes.

O árbitro Leandro Vuaden fez ainda checagem no VAR e em seguida confirmou o gol do Grêmio.

O Ypiranga evoluiu na etapa complementar, se impôs em diversos momentos e conseguiu construir oportunidades. Entretanto, o Grêmio ainda ampliou a vantagem aos 32, com Rodrigues, que só empurrou a bola para o fundo da rede depois de cobrança de falta.

Dois minutos mais tarde, o Ypiranga diminuiu com Erick, que recebeu cruzamento de Gedeílson e, de carrinho, colocou números finais no marcador: 2 a 1.


Missão

Ser o veículo de integração da comunidade, contribuindo para o seu desenvolvimento com informação precisa, responsável e imparcial..

(51) 3724-4368 | (51) 9-9745-8687 | CACHOEIRA DO SUL | RS | BRASIL