CACHOEIRA DO SUL PREVISÃO
INDÚSTRIA

Todesmade deve inaugurar em outubro

O prefeito Sergio Ghignatti, acompanhado do secretário de Indústria e Comércio, Ronaldo Tonet, visitou na manhã desta quinta-feira, 25/6, as obras da nova planta industrial da Todesmade Indústria de Madeiras e Artefatos Ltda, que está sendo construída pelo grupo Todeschini na localidade de Mineração, no interior de Cachoeira do Sul. A visita guiada foi conduzida pelo presidente do grupo, João Farina Neto, pelo diretor industrial Jorge Pallastrelli e pelo gerente da Unidade, Sidiano Valduga.

Conforme apresentado pelo grupo, 75% da construção está concluída. A obra que é inédita iniciou em março de 2017 e a previsão de inauguração é para outubro deste ano. Em função da pandemia, o cronograma sofreu alguns atrasos, mas os trabalhos estão tendo seguimento com 12 empresas envolvidas e 220 pessoas trabalhando. A construção da indústria segue o conceito da sinergia, onde tudo se aproveita, inclusive a casca do pinus, para a caldeira.

Os representantes da empresa apresentaram ao prefeito três principais demandas: a manutenção das estradas de acesso - cerca de 25km, a iluminação pública e o reforço na coleta seletiva de lixo. Comprometido em continuar incentivando a empresa, o prefeito Ghignatti disse que buscará atender às demandas da Todesmade. "Trata-se da maior indústria deste ramo no Estado e uma das maiores do Brasil, com muita tecnologia aplicada, e isso tudo está aqui em Cachoeira. Faremos o que for possível para que esteja funcionando plenamente e gerando emprego e renda", disse o prefeito.

A Todesmade

O investimento estimado para a nova fábrica rodar será de R$ 105 milhões. Além dos pavilhões, o grupo Todeschini está investindo em máquinas modernas, grande parte delas importadas. A indústria contará com cinco prédios: serraria (para o corte e descasque da madeira), remanufatura (para classificação da madeira serrada e fábrica de pellets), caldeira, manutenção e o último que abrigará escritório, refeitório e vestiário. As edificações do complexo atingirão 20 mil m² em uma área total de 68 mil m². A pavimentação externa chegará a 25 mil m².

As toras de pinos serão a matéria-prima da Todesmade, que serão descascadas e as cascas se tornarão biomassa para a caldeira, que gera o vapor que é utilizado na secagem das tábuas. A serragem da madeira (que é um subproduto) é compactada com 10% de umidade e se torna em pellets, que é um biocombustível sólido. A meta é produzir 8 mil metros cúbicos por mês de madeira seca e 2,6 mil toneladas de pellets, ambos com foco na exportação. Conforme Pallastrelli, cerca de 70% da produção deverá ser exportada. A madeira seca, por ser de boa qualidade, deverá ser utilizada pela indústria moveleira. A meta da Todesmade é retirar madeira de uma floresta própria estimada em 10 mil hectares e, se necessário, adquirir de outras empresas.

Geração de emprego

A partir do funcionamento da indústria, a mesma deverá gerar cerca de 90 empregos, com os trabalhadores divididos em três turnos, além dos que trabalharão nas florestas de pinus e na colheita. A ideia da empresa é que a maioria dos colaboradores sejam de Cachoeira do Sul.

Prefeitura parceira

A Prefeitura de Cachoeira do Sul foi parceira da Todeschini desde o início da implantação do projeto. Toda a obra de rebaixo e aterro da estrada ao redor de onde será a planta foi feita pela Secretaria Municipal de Interior, somando uma área de 350 metros de extensão e 22 metros de largura. Há trechos onde foi preciso cavar mais de 4 metros até que se chegasse ao nível indicado pelos topógrafos.


Texto e fotos: Eloisa Uliana



Sobre nós:

Nossa missão: Ser o veículo de integração da comunidade, contribuindo para o seu desenvolvimento com informação precisa, responsável e imparcial..

(51) 3722-4368 | (51) 9-9945-8687 CACHOEIRA DO SUL | RS | BRASIL