Liberação

Cachoeira do Sul poderá vender produtos de origem animal

O Consórcio Intermunicipal Vale do Jacuí - do qual fazem parte Cachoeira do Sul e outros 11 municípios da região - é um dos 12 consórcios públicos selecionados para o projeto piloto de ampliação de mercado para produtos de origem animal coordenado pela Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Médicos veterinários das cidades que integram o consórcio estiveram reunidos em Cachoeira do Sul nesta quarta-feira (23). O objetivo do encontro foi dar continuidade às ações necessárias para permitir que estabelecimentos registrados no Sistema de Inspeção Municipal (SIM) e indicados possam comercializar seus alimentos em todo o Brasil.

Ampliação

A proposta do projeto é ampliar o mercado nacional de produtos de origem animal das agroindústrias de todo país para buscar a equivalência ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA). Podem participar do projeto agroindústrias de carnes, leite, pescados, ovos, mel e respectivos derivados.

Cachoeira do Sul tem nove agroindústrias registradas. Três delas já possuem Susaf, que permite vender os seus produtos para outras cidades do Rio Grande do Sul. São elas: Ovos Brisch, Mel Cachoeira e Linguiças Tallowitz.

De acordo com a médica veterinária Carolina Martins Erhardt, que está acompanhando o projeto em Cachoeira do Sul através da Secretaria de Agricultura e Pecuária, a meta do grupo é definir a legislação e iniciar os treinamentos oferecidos pelo MAPA. Se o trabalho seguir com um bom ritmo, a meta é até o final deste ano estar enquadrado para receber o projeto. "Estamos nos preparando para ser um modelo deste projeto dentro do Consórcio Intermunicipal Vale do Jacuí", frisou Carolina.

Missão

Ser o veículo de integração da comunidade, contribuindo para o seu desenvolvimento com informação precisa, responsável e imparcial..

(51) 3722-4368 | (51) 9-9945-8687 | CACHOEIRA DO SUL | RS | BRASIL