CACHOEIRA DO SUL PREVISÃO
Levantamento

Venda de sêmen Angus tem alta de 28,72% com foco na genética nacional

Com vendas ascendentes de genética no Brasil, a raça Angus registrou aumento de 28,72% na comercialização de doses de sêmen no acumulado de janeiro a setembro deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. A informação, divulgada esta semana pela Associação Brasileira de Inseminação Artificial (Asbia), confirma expansão significativa da raça, líder absoluta em vendas na pecuária de corte. "Tivemos um crescimento muito expressivo do sêmen Angus brasileiro, o que sinaliza quão promissora é a genética nacional. Essa evolução da raça mostra que estamos no caminho certo e que o mercado ainda tem muito para crescer", declara o presidente da Associação Brasileira de Angus, Nivaldo Dzyekanski. 

A pesquisa indicou alta de 52% na comercialização da genética nacional no acumulado dos três primeiros trimestres de 2020 em comparação ao mesmo período do ano passado. O que, segundo o gerente de Fomento da Angus, Mateus Pivato, é reflexo de uma série de fatores como a questão cambial e um avanço na seleção focada em indexadores de ganho econômico. A tendência, indica ele, é que a comercialização de genética nacional mantenha-se aquecida, pelo menos é o que dizem as pistas da primavera 2020, onde a contratação de touros jovens por centrais de inseminação chamou atenção. "Outro aspecto que leva a essa expansão é o reconhecimento da qualidade da genética nacional e do trabalho realizado pelo Programa de Melhoramento de Bovinos de Carne (Promebo), que entrega dados cada vez mais robustos aos criadores, fazendo com que eles tenham certeza da excelência do que estão comprando", ressalta Pivato.

Até setembro de 2020, a Angus comercializou o equivalente a 88,82% do total vendido em 2019. O que, de acordo com Pivato, é bastante significativo para o período e indica que 2020 fechará com recorde na comercialização. Em termos de presença nos diferentes estados do Brasil, a Angus também tem destaque com negociação de sêmen em 26 das 27 unidades da federação brasileira "Isso revela que a raça garante qualidade e lucratividade e se adapta aos mais variados Estados e sistemas de produção do país", frisou Pivato. O relatório, segundo o gerente de Fomento, "está muito completo e é de grande valia para todas as associações de raça que o utilizam, pois traz informações de qualidade, que são muito bem compiladas".


Missão

Ser o veículo de integração da comunidade, contribuindo para o seu desenvolvimento com informação precisa, responsável e imparcial..

(51) 3722-4368 | (51) 9-9945-8687 | CACHOEIRA DO SUL | RS | BRASIL