CACHOEIRA DO SUL PREVISÃO
pesquisas

Pesquisadores criam banco de dados com genes alterados pela covid-19

Melani Fertonani
Foto: Divulgação

O grupo de pesquisadores do Programa de Pós-Graduação (PPG) em Biologia Celular e Molecular da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) criou projeto chamado SARSCOVIDB, ele é um banco de dados reunindo todos os genes afetados pela infecção do SARS-CoV-2 e pela covid-19 identificados até o momento.

O grupo de pesquisa criou o SARSCOVIDB para facilitar o planejamento e a realização de pesquisas que busquem entender a covid-19 e as doenças e comorbidades associadas, bem como a identificação de alvos terapêuticos que possam prevenir complicações clínicas da doença. Com esse banco de dados disponível online, pesquisadores e profissionais de saúde de qualquer parte do mundo podem acessar e consultar, de forma instantânea, se uma alteração específica na expressão de determinados genes já foi identificada ou mesmo avaliada, o que pode acelerar as pesquisas.

O próprio grupo já utilizou o banco de dados em pesquisas que relacionaram a covid-19 a potencial de risco de complicações na gravidez e desenvolvimento de pré-eclâmpsia e também a doenças neuropsiquiátricas como depressão, distúrbios do sono e esquizofrenia. Atualmente, o grupo trabalha em outras pesquisas que utilizam a ferramenta, sobre temas como a diferença dos efeitos da covid-19 em diferentes órgãos e tecidos e as consequências clínicas de médio e longo prazo.

O SARSCOVIDB foi criada pelos pesquisadores do Laboratório de Microbiologia Molecular e Proteômica (LAMMOP), envolvendo alunos de graduação e pós-graduação da UFRGS.


Missão

Ser o veículo de integração da comunidade, contribuindo para o seu desenvolvimento com informação precisa, responsável e imparcial..

(51) 3724-4368 | (51) 9-9745-8687 | CACHOEIRA DO SUL | RS | BRASIL